sexta-feira, 5 de junho de 2009

Eu que estraguei nosso bemquerer meu bem. Eu que distante e incerto causei incerteza e dúvida. O traidor, o que não cometeu pecados por falta de oportunidade. O que sabe amar torto e amargo, o infeliz. Eu plantei todas as minhas tristezas. Devo ser mesmo assim, extremismos de felicidade pedem infelicidade, tristeza e dor para manter o equilibrio. Foi com o rompimento que te amei, que senti saudades e te quis. Mas estou retalhados de dores e me sinto humilhado. Não prescreveste nada. Estou humilhado por caminhos que trilhei ao seu lado e que previ. Eu quis sofrer, quis ser piada, farsa. Só não esperava me envolver tanto, não esperava te querer ainda

Um comentário:

Lou disse...
Este comentário foi removido pelo autor.