segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Encruzilhadas

Volto com o mesmo gosto da solidão aos papéis. Tento transcrever tudo o que não penso. Escrevo por impulso. Por desgosto.
Minha intenção agora é manipular as personagens, é cruzá-las umas com as outras, num emaranhado de loucuras e surpresas, enquanto espero o tempo passasr:

"È incrível o nível de percepção e instinto de algumas pessoas, e, não distingo aqui entre homens e mulheres. E nem falo do sexto sentido feminino que nunca descobri do que se trata, falo de percepções, de notar o que está acontecendo, do instinto dos psicólogos, dos fofoqueiros, dos jornalistas, das mães e das amantes. Como é possível conhecer outra pessoa, melhor do que a nós mesmos? Talvez seja porque não temos a imagem correta do que somos. Renegamos a nossa imagem que se apresenta aos outros, e não percebemos que somos todos os defeitos físicos e emocionais que não aceitamos. Os outros nos apresentam mais completos e mais transparentes que nós mesmos, por isso é mais fácil consertar o teto de vidro do vizinho e também por isso que a fruta do pomar dele é mais gostosa. "


Um comentário:

Marcus Fam disse...

Oi, tudo blz?
Estou passando por aqui desta vez, não para comentar e sim pra te avisar. Nesta sexta e sábado era acontecer o 1° encontro de blogueiros de Sergipe. Para que vc fique mais por dentro, dê uma passadinha no www.focandoanoticia.blogspot.com. Lá vc tem o link e maiores informações sobre esse evento. Eu vou e vc vai?